Saltar para o conteúdo

Confira o crescimento exponencial dos marketplaces no Brasil

um computador ilustrando o que é um marketplace

Para quem ainda não está familiarizado com o termo, o marketplace é um modelo de negócios que funciona como uma espécie de shopping virtual, reunindo diversas marcas/lojas em um só lugar. Trata-se de uma plataforma que é mediada por uma determinada empresa, mas em que outros lojistas podem comercializar seus produtos. É, portanto, uma ótima oportunidade para empresas pequenas e médias ganharem espaço no mercado, afinal, passam a ficar expostas ao público consumidor da plataforma em que vendem.

Os marketplaces faturaram R$ 73,4 bilhões em 2017, um aumento de 21,9% em relação ao ano anterior. Ainda segundo o levantamento, feito com base nos registros públicos do Mercado Livre e outras plataformas, como Enjoei e Elo7, a venda desses produtos foi de R$ 49,6 bilhões em 2015 e de R$ 60,2 bilhões em 2016. Nos perguntamos: onde vai parar esse crescimento exponencial? Ou melhor: vai parar?

imagem ilustrando alguns exemplos de marketplace

Lançada recentemente pela Olist, a pesquisa “Vender em marketplaces: diagnósticos e tendências no Brasil 2017” demonstrou que de 19,5% dos 600 lojistas virtuais respondentes dependem do marketplace como fonte de renda. O poder desse segmento de mercado no Brasil vem crescendo cada vez mais, e não parece que vai parar tão cedo.

“Os e-consumidores brasileiros estão gradativamente preferindo comprar em Marketplaces, o que representa uma grande oportunidade de negócio no país. Em função dessa tendência e utilizando como referência o mercado norte-americano, é possível afirmar que esse número tende a aumentar nos próximos meses”, explica Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

imagem com escrito marketplace, mostrando um cartão de seller e um de buyer

Para o futuro, algumas tendências de e-commerce, que obviamente “respingarão” sobre o marketplace, já se mostram fortes. Uma delas  é o uso da realidade aumentada por meio de recursos que permitam aos consumidores usarem seus dispositivos móveis para visualizar os itens antes de fazer as compras. Outra é a inteligência artificial, que permitirá que cada vez mais sejam usados dados sobre o comportamento do cliente. Além disso, as pesquisas por voz e por imagem também têm potencial de crescer muito: cada vez mais, no futuro, os consumidores poderão falar e interagir através de seus dispositivos, e até mesmo utilizar imagens para fazer buscas e compras online. Tudo isso pode impactar o marketplace positivamente, caso as empresas saibam fazer bom uso desses recursos para vender mais.

Confira quais são, de acordo com a agência E-plus, os maiores marketplaces atuando, hoje, no Brasil:

  • Mercado Livre
  • Cnova Marketplace
  • B2W Marketplace
  • GFG
  • Walmart
  • Magazine Luiza
Confira nesse vídeo um pouco do que são cada um desses marketplaces:

Fique por dentro de nossa página para receber todas as novidades sobre o mercado digital e seu crescimento no Brasil. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *